Categorias
Notícias

Como vacinas da Covid-19 foram criadas tão rápido?

Muitos se perguntam como que a vacina da Covid 19 foi criada de forma tão objetiva e rápida quando comparada com as outras. Mas como?

Muitos se perguntam como que a vacina da Covid-19 foi criada de forma tão objetiva e rápida quando comparada com as outras. A resposta é simples: os cientistas fizeram o uso de supercomputadores da Nasa. Mas, o que isso realmente significa? Portanto, neste artigo você vai descobrir como criaram a vacina da Covid-19 e quais foram os processos tecnológicos para isso.

Os profissionais precisavam saber o que poderia auxiliar para a cura da Covid-19. Dessa forma, o computador deveria realizar cálculos avançados para mostrar as probabilidades dos materiais. Contudo, eram milhões de cálculos: algo que iria demorar de forma considerável.

Foi assim que criaram uma plataforma nos Estados Unidos que funciona de forma bastante semelhante ao Bitcoin: era possível realizar um cadastro e deixar o computador ligado enquanto fazia o processamento destas probabilidades que seriam enviadas para os laboratórios. Consequentemente, seria possível minerar sem mesmo sair de casa.

Os poderes de processamento aumentaram e os supercomputadores passaram a realizar cálculos ainda mais complexos e rápidos. Dessa forma, os cientistas obteram listas de opções que seriam eficazes e poderiam trabalhar em cima.

As maiores unidades de Tecnologia fizeram o uso de mais de 16 grandes unidades para fazer os testes e encontrarem as melhores combinações. Era possível ajudar a descobrir a cura sem mesmo sair de casa.

De acordo com um relatório do Insidehpc, a Casa Branca convidou várias empresas de tecnologia para participar do projeto, incluindo IBM, Amazon, NASA Space Agency, Google e Microsoft. Entretanto, de universidades, nomeadamente do Massachusetts Institute Technology (MIT) e do Rensselaer Polytechnic Institute (RPI).

“Estou orgulhoso de que a NASA possa emprestar sua experiência em supercomputação para auxiliar na luta global contra COVID-19. Por mais de seis décadas, a agência tem usado sua experiência para enfrentar desafios que beneficiam pessoas em todo o mundo de maneiras inesperadas”, disse Bridenstine em uma afirmação no Twitter.

A computação científica é uma área muito difícil. Os cientistas precisam projetar algoritmos complexos para expressar a ciência em termos que os computadores possam realmente computar e fornecer respostas. Portanto, precisamos projetar algoritmos complexos, o que torna os aplicativos de software poderosos, mas muito complexos. Portanto, um grande desafio é tornar esses aplicativos poderosos muito amigáveis ​​”, explicou Rossen Apostolov, pesquisador em biofísica computacional.

Por que as vacinas da Covid 19 foram criadas tão rápido? Como ocorreu?

Bitcoin e a Covid-19

Os supercomputadores dos Estados Unidos processavam os dados para chegar a um fim: o cálculo das probabilidades. Algo é parecido com o Bitcoin: muitos computadores o processam, mas ainda não sabem qual o fim já que o criador não informou o que há escondido nas informações.

As últimas mensagens trocadas entre os desenvolvedores foi em 2011 em que usavam nomes falsos para evitar que fossem descobertos. Não há como simplesmente processar e não ter nada: essa energia e tempo está indo para algum lugar.

Os computadores agora são vistos como a principal forma de chegar em um resultado: como descobrir a cura de algo em tão pouco tempo? Como isso ocorre? Uma simples pessoa não conseguiria processar tudo isso em tão pouco tempo e é justamente para resolver esse problema que se programaram alguns logaritmos.

Dê cinco ou dez anos e acho que, no futuro, os computadores serão a principal força motriz para identificar novas drogas quando precisarmos encontrá-las em semanas ou meses. Ainda não chegamos lá, mas o trabalho que ´ está a acontecer em toda a Europa e contribui rapidamente para isso”, acrescentou Rossen.

Por que as vacinas da Covid 19 foram criadas tão rápido? Como ocorreu?

Quais computadores usados?

O HPC5 também é o supercomputador mais rápido do mundo que não é propriedade do governo. O enorme poder de computação de 51,7 milhões de bilhões de operações matemáticas por segundo é atribuível a 1.820 (!) Servidores vinculados a ele, cada um com 2 processadores Intel Core ultrarrápidos e 4 aceleradores.

Quando o HPC4 e o HPC5 trabalham juntos, o poder de computação resultante é de 70 petaflops (um milhão de bilhões de operações matemáticas por segundo). Os computadores funcionam parcialmente com energia solar.

Após o surto global de coronavírus, a Eni decidiu disponibilizar o HPC5 para pesquisas científicas na luta para encontrar uma vacina para COVID-19. Cientistas do projeto europeu EXSCALATE4CoV usam o supercomputador para fazer simulações da dinâmica molecular em proteínas virais, relevantes para a cepa COVID-19.

‘Em uma emergência global como esta, devemos mobilizar todos os recursos disponíveis para enfrentar os desafios que estão por vir’, explica Claudio Descalzi, CEO da Eni. ‘Estamos felizes por podermos contribuir para encontrar soluções para os desafios que agora tão claramente afligem a humanidade’.

Por que as vacinas da Covid 19 foram criadas tão rápido? Como ocorreu?

Leia mais sobre curiosidades sobre computadores e softwares ao conhecer o blog do MEUPC.NET ao clicar aqui!