Categorias
Review

GTX 1050 é boa? vale a pena comprar? Confira review

A GTX 1050 é uma placa de vídeo que foi lançada no ano de 2016 e já está no mercado a metade de uma década. Saiba se vale a pena e é boa.

A GTX 1050 é uma placa de vídeo que foi lançada no ano de 2016 e já está no mercado há mais de metade de uma década. O processador gráfico é de  1.354 e 1.455 MHz no máximo e a velocidade da memória é de  7 Gb/s e com memória RAM de 2 GB de GDDR5. Ela consome cerca de 300 watts de energia e pode ser encontrada por R$ 700. A interface de memória é de 128 BIT. Existe até mesmo a GTX 1050 TI que é vendida, atualmente, no valor de R$ 1300 e tem o dobro de memória RAM.

Mas, o que será que todos esses números querem dizer? Será que realmente a placa GTX 1050 é boa e vale a pena? Neste artigo o MEUPC.NET tem o intuito de fazer uma review aprofundada juntamente com algumas comparações. E então, quer saber mais sobre? Basta continuar a leitura conosco!

GTX 1050 e sua tecnologia

Com o fim de estoques das placas de vídeo e o dólar acima de R$ 5, os preços aumentaram de forma considerável e, consequentemente, ficou insustentável montar um PC Gamer como antigamente. É exatamente por isso que muitos jogadores estão preferindo optar por opções mais baratas como é o caso da GTX 1050.

Em suma, ela possui ventoinha de 90 mm personalizada GIGABYTE com apenas um cooler que serve para dissipar calor. Essa é uma opção que nem sempre é positiva já que as atuais contam com três em alguns casos. Quanto maior a quantidade de cooler, melhor é a dissipação e menores são as chances de queimar durante um overclock.

Neste caso, é recomendado que compra outros e deixe próximo a ela caso queira testar e estressar sua peça, ou então, também é possível deixar o PC aberto. Realizar a limpeza constante também auxilia na dissipação do calor.

Um dos pontos positivos das ventoinhas é que elas ligam somente quando atingem uma temperatura específica e não fazem barulho durante os jogos.

Ainda é possível realizar todo o ajuste da overclock através do Xtreme Engine. Com ele, consegue-se definir a temperatura, potência e até mesmo quando a ventoinha deve ligar. Quando está aliada a um  fx 8300, consegue entregar 85 FPS no Fortnite e 150 FPS no CSGO.

Devido a apenas 2GB de memória, pode sofrer em alguns jogos, o que é negativo. Ela é ideal para aqueles que querem games de entrada ou intermediário e, talvez, mais robustos com menor qualidade na textura.

Não é somente a placa de vídeo

Vale ressaltar que o desempenho de FPS nos jogos não depende somente da GTX 1050. O monitor, por exemplo, possui grande responsabilidade neste papel: não adianta pagar R$ 15 mil em uma RTX 3080 com alta textura e 8K se a tela não conseguir reproduzir isso.

Para isso, invista na tecnologia de 240 Hz ou maior que isso, apenas 60 HZ passa as imagens de forma mais “travada” e pode atrapalhar, principalmente quando se trata de jogos de tiro e ação que é preciso se atentar aos mínimos detalhes.

Outro ponto positivo é o peso, que é muito pequeno: cerca de 600 gramas juntamente com a embalagem. Para as opções atuais, é uma ótima alternativa e entrega tudo o que promete.

No caso de mineração, assunto tão comum abordado ultimamente, muitos perguntam se ela é boa para ser usada. Entretanto, a mineração de Bitcoin está cada vez mais difícil e o gasto de energia aumentou. Dessa forma, os valores pagos em conta de luz não compensam os ganhos e não vale a pena.

Há alguns que argumentam que pode ser vantajoso para aqueles que possuem energia solar em casa. Entretanto, evite usar a overclock excessiva porque futuramente pode apresentar erros na tela e pingados na textura dos jogos: isso é comum em qualquer placa de vídeo que passou por estresse máximo durante muito tempo. Dessa forma, além da mineração sequer pagar os gastos de energia, ainda podem estragar sua peça.

Outras características relevantes sobre GTX 1050

A GTX 1050 não precisa de alimentação em 6 pinos e ainda esquenta pouco. Dessa forma, apesar de ter apenas um cooler em seu maquinário, é somente dele que irá precisar – a não ser que queira se garantir com outros.

Para aqueles que estão em busca de uma alternativa mais robusta e que ao mesmo tempo é barata, ainda existe a GTX 1650 que foi lançada no ano de 2019. Ela tem o desempenho de 49% superior à parente GTX 1050 TI e é ainda melhor que essa que estamos abordando.

A 1650 custa uma faixa de R$ 1300 e promete resolução ainda melhor nos jogos e melhor capacidade de mineração e processamento. Ademais, apesar do preço baixo e acessível – que promete voltar com tudo no ano de 2021, apesar do tempo que já foi lançada – promete gráficos acessíveis e de qualidade.

GTX 1050 é boa? vale a pena comprar? Confira review

Não esqueça de ler mais artigos sobre review e tecnologia ao conhecer o nosso blog, clique aqui!